Blog parado por tempo indeterminado

MP investiga se houve racismo na escolha do casal para o sorteio da Copa

03 dezembro 2013

A suposta rejeição da FIFA aos nomes de Camila Pitanga e Lázaro Ramos para apresentar o sorteio de grupos da Copa do Mundo 2014 foi parar na Justiça. O Ministério Público do Estado do São Paulo instaurou uma investigação criminal para apurar se houve motivação racista na substituição dos atores negros pela dupla Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert. Responsável pelo procedimento, o promotor Christiano Jorge Santos informa que, para esclarecer a situação, questionários foram encaminhados ao Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo; à empresa GEO Eventos, responsável pela parte artística do sorteio de grupos; e à Rede Globo, que teria sugerido os nomes de Camila e Lázaro. "Preciso saber o que levou a essa substituição. 

A partir das respostas, vou estabelecer a ordem das pessoas que pretendo ouvir. A convocação dos quatro atores envolvidos dependerá do que for falado. Fernanda, Rodrigo, Lázaro e Camila serão chamados, se for necessário, a título de esclarecimento", informa o promotor, em conversa com Purepeople nesta terça-feira (03). Mais seriedade Segundo Christiano Jorge Santos, a questão deve ser tratada com seriedade. Em coletiva de imprensa realizada na segunda-feira (02) na Costa do Sauípe (BA), que receberá o evento, o diretor da Geo Eventos, Luiz Gleiser, rebateu as acusações de racismo. "Isso é bobagem, desculpe", avaliou. Essa resposta é criticada pelo promotor. "Não consigo compreender essa posição. Existe o branqueamento da sociedade brasileira. 

As pessoas tendem a negar a existência de negros no nosso país. É uma situação estranha para o mundo. Quando se mostra um mundo de faz de conta, onde só existem brancos no Brasil, isso é negativo para a imagem do país no exterior", avalia. Vale lembrar que recentemente a revista "Forbes", dos Estados Unidos, classificou o veto à escolha de Camila e Lázaro como "infeliz" e lembrou o esforço da FIFA para combater o racismo no futebol. .. Na realidade, não houve até agora uma explicação que não deixe margem para o racismo . Esta tudo estranho e tem mesmo que ser apurado. O racismo existe e pode vim de quem diz defendê-lo também, mas acho pouco provável que será comprovado neste caso e que haverá uma possível punição para a Fifa. 

Wagner Almeida disse...

Com certeza houve !Mas quem pode mudar essa escolha?O importante é que os interesses dos dominantes sejam cumpridos, ele não estão aí para ninguém, os bolsos estando cheio de dinheiro é o que convém!

Postar um comentário

 
Connect Brazil © 2009-2014. Tamplate 2014 personalizado por Joilson Aguiar | Home | Contato | Twitter | Facebook | Feed | Youtube |